14/07/06

Ser banido é...

Ocorreu-me assinalar a primeira vez que este blogueiro foi banido de algum lado.

Não pelo escândalo que me mereça, nem sequer pela eventual surpresa.
Que o "como" e o "de onde" se é banido permite um grau muito fiável de antecipação da asneira.

No caso, fomos banidos (isto já se está a reflectir na minha saúde!...) deste belo blogue.

O referido, que por outras e esta está no meu banco de suplentes!, assume-se claramente um brutódromo onde vale tudo menos arrancar olhos, com o fim desvairado e umbiguista de botar no mundo as elevadas opiniões humanistas do seu mestre, sem as quais dificilmente a gente (os normais) poderia orientar a nossa vida.

Mas, deixem lá.
Sou tão pouco rancoroso que vou continuar a passar por lá.

E afinal ser banido (assim) é óptimo...

8 comentários:

Luis Grave Rodrigues disse...

Pois é!

É o que dá os heterónimos...

pedro_nunes_no_mundo disse...

Posso não saber fazer anúncios, mas qualquer pessoa normal sabe a diferença entre um heterónimo e um pseudónimo.

Luis Grave Rodrigues disse...

Exactamente!

pedro_nunes_no_mundo disse...

Não se entenda mal a minha reticência.

É que às vezes é tão difícil distinguir um comportamento etanólico de um comportamento possidónio...

dia-a-dia disse...

Ó Pedro, olha que a coisa se calhar nem é nada do que parece. Não estaremos nós a fazer figura de ursos metendo a colherada entre Caim e Abel?...

Depois hás-de explicar-me melhor a excomunhão...

;)

Anónimo disse...

Keep up the good work »

Anónimo disse...

Enjoyed a lot! volkswagen alarm problems free pregnant sex tgp

Anónimo disse...

Enjoyed a lot! » » »