21/02/07

O meu albergue espanhol é a Língua Portuguesa


Professor. De Língua Portuguesa.
À laia de sandes mista.

Duas formas em uma de ser agredido pelo no que outros descubram humor.

Saio à rua, olho em volta e confirmo, repetidamente, que a "sociedade" portuguesa não está mobilizada para me facilitar a tarefa. Sequer interessada em não ma complicar. E muito menos presente para fazer a sua parte.
Na formação de miúdos. Na Língua e no civismo.

Andarei a remar contra a maré? A brincar às escondidas? A adiar o óbvio?

Deixemos passar mais um dia.
(Em que não posso permitir-me ceder a esta onda.)
...E ver se poderá isto piorar.

5 comentários:

dia-a-dia disse...

Diria mesmo mais: a minha tendinha de fabrico chinês é a Língua Portuguesa!

Ai, Pessoa, Pessoa!...

:(

dia-a-dia disse...

Ah! Só para avisar: amanhã há sangria. No Loures Shopping. Recebi o desafio por sms. Respondo: PRESENTE!!!

Gostaria muito de me juntar à iniciativa de hoje, mas optei por não abespinhar o chefe...

;)

shadow3700 disse...

isto e para nao gastar mais dinheiro (o sms curto)

pedro_nunes_no_mundo disse...

..Pois, Shadow, mas eu estou a embirrar é com a campanha publicitária!
No télélé até eu encurto texto.
Não consta que dê negativa fazê-lo! :)

shadow3700 disse...

Há 2 razões preocupantes:
O calão e o léxico negro.

Onde irá parar o nosso portugues