21/10/06

Relógio, livro, luneta.

E a fina areia que corre entre os dedos.

2 comentários:

cantinho disse...

e a sabedoria que fica ao longo dos anos, a descoberto...
junta-lhe a possibilidade de te ser mais fácil fechar a mão e segurares a vida com a certeza de quem te vais tornando e melhor naturalmente, como o rio do Caeiro.
um b primeiro por hoje,

Anónimo disse...

o que eu estava procurando, obrigado