02/11/06

Referendo ao Aborto - Tomar partido

Não. Não é por acaso.
Nem é por desfastio, tique, moda ou imposição.

Este logo aparece neste blog por uma razão simples.

Aproxima-se uma consulta aos portugueses sobre a legislação do aborto e cada um, em consciência, responsavelmente, tem de tomar intimamente um partido e exercer um voto.
Cada um deve obrigar-se a reflectir e a situar-se.
Deve obrigar-se a suscitar na sociedade a discussão e a mobilizar outros para a reflexão e para a decisão - qualquer que seja.

Nada mais triste que cuspir no benefício democrático da expressão de opinião.
Nada mais triste que alhear-se no conforto mole da indiferença e deixar para os outros a responsabilidade da decisão sobre questões dolorosas.

E eu, de forma frontal e transparente, votarei "não" no referendo.

(Mas isso vai ainda dar pano para mangas neste blog...)

3 comentários:

Anónimo disse...

Arranja lá o pano que eu estou ansiosa por ver como fica a indumentária! Conto com o que de melhor a tua Alta Costura tem para oferecer!

;)cer!

;)

Anónimo disse...

Por falar em muito pano... a culpa foi do blogger...

pedro_nunes_no_mundo disse...

Agora assustaste-me, dia-a-dia!

Ao ver tantos comentários pensei que estivesse a tornar-me um blog a sério! ;)

Mas devagar devagarinho, lá irei.